Cantigas à Janela

Item

Título
Cantigas à Janela
Descrição
A ideia surge na sequencia da minha enorme vontade de criar maneira de comunicar de forma segura e em simultâneo garantir o reconhecimento à distância da minha avó, que está institucionalizada no Lar Palácio D’El Rei em Óbidos, e sem visita dos familiares há mais de um mês. Lembrei-me de desafiar as minhas filhas e por sua vez um amigo da minha filha mais velha e a sua irmã de forma a termos um instrumento de suporte ás vozes (guitarra).

Todos ficamos entusiasmados e assim nasce o grupo “Cantigas à Janela” 5 Pessoas, Teresa Serrenho 40 anos, Mariana Bernardino 15 anos , Leonor Bernardino 11 anos, Daniela Martins 23 anos, Pedro Martins 19 anos.

Demos inicio a uma das aventuras mais gratificantes e memoráveis das nossas vidas. Ensaiamos, pensamos no publico a quem nos queríamos dirigir. Escolhemos musicas positivas e alegres, maioritariamente em português, fizemos pequenos arranjos pois a ideia era também colocar as pessoas a cantar connosco. A Musica que encaixava perfeitamente no espirito da iniciativa, foi “Há sempre Musica entre nós” da cantora dina que afirma que “Nós a Cantar , não estamos sós”.

Falámos com o lar, que prontamente e de forma exemplar, cumprindo todas as normas de segurança, posicionando os idosos à janela e nós, do lado de fora fizemos a nossa primeira apresentação, que foi um sucesso. A minha avó reconheceu-nos, sorriu, cantou e pediu mais musicas, todos os outros idosos também gostaram, sorriram, cantaram, bateram palmas e pediram mais. A equipa de trabalho também gostou e agradeceu a leveza e o momento de alegria que afastou momentaneamente a angustia dos tempos que vivemos.

Tendo em conta o sucesso, e a nossa própria satisfação, demos continuidade à missão visitando pessoas que conhecíamos e sabíamos que estavam sós, para que se sentissem especiais, acompanhadas, por momentos distraídas e alegres. A emoção sentida e a experiência vivida foi tão intensa que decidimos registar fotograficamente, esses momentos mágicos tão bonitos que eram importantes partilhar com o Mundo.

Criamos uma página nas redes sociais, Facebook e Instagram que rapidamente atingiu mais de 500 seguidores, que nos felicitaram pela iniciativa, agradeceram e assim começaram a chover pedidos com moradas que também queriam ter cantigas à janela.

Até ao momento já cantamos os Parabéns em diversas janelas, fomos brindados com bolo de aniversário, chocolates, gestos simbólicos que traduzem a gratidão do momento vivido em conjunto.

Esta experiencia tem nos ensinado que pequenos gestos podem fazer a diferença na vida das pessoas. A saúde mental é muito importante nesta altura, manter a esperança, o otimismo, a presença física de alguém que mesmo à distância está perto.

Sempre que nos é possível e que o tempo permita saímos para responder a pedidos ou simplesmente cantar para alguém à janela.

Cumprindo nós próprios o nosso isolamento social, o nosso grupo é restrito não existindo contacto com nenhuma outra pessoa de fora.

Sendo que os nossos ensaios são realizados em casa, num 10º andar, no centro das Caldas da Rainha, onde surgiu a ideia de organizar um concerto noturno através da nossa janela virada para as traseiras da Av. 1º de Maio e Rua da Estação, chegando ainda a mais janelas. Este concerto foi transmitido em direto via Facebook, os comentários foram muito positivos, as pessoas que assistiram também se fizeram ouvir, palmas, cantigas, assobios, luzes de telemóvel, lanternas. 30 minutos de alegria, união, bairrismo, integração de comunidades diversas, etc. Um sucesso de tal ordem que iremos esta próxima sexta-feira, dia 1 de Maio realizar novo evento, ao qual convidamos todos os moradores próximos a dirigirem-se à janela.

Manteremos a nossa iniciativa sempre que podermos e se justificar até porque:

“Qualquer musica tem magia

Há na musica uma alegria

Que vibra lá dentro de ti

Há sempre musica entre nós”.
Localização
Caldas da Rainha
Data
18
Abril
2020
Conjuntos de itens

Este item foi submetido em 5 de Agosto de 2020 por Teresa Serrenho usando o formulário "Conte a sua história" do site "Memória COVID": https://projetos.dhlab.fcsh.unl.pt/s/memoriacovid

Clique aqui para ver a informação recolhida.