O Corona

Item

Título
O Corona
Descrição
O CORONA
Julgava eu que, na Terra,
Mandam homens de poder;
Mas a verdadeira guerra
É entre o vírus e o ser.


De um bicho veio o Corona,
Vírus terrível que é.
Ele invade qualquer zona
Mesmo as que não têm fé.
Este vírus prepotente,
Que de burro nada tem,
Faz andar aqui a gente
Num ansioso vaivém.
Ficam assim os mortais
Com mais medo de morrer;
Ao menos nos hospitais
Haja quem nos socorrer.
Agora um chinês abastado ,
Dono de uma Fundação,
Quer o vírus eliminado
Com a uma boa doação.
Será homem da cultura?
Ou da tecnologia?
Já não quer a acupuntura,
Somente a Biologia.
Este minúsculo ente,
Que ninguém consegue ver,
Põe muita malta doente,
Até os que têm poder.
C.A.P.
janeiro 2020
Localização
Matosinhos
Data
10
Janeiro
2020
Conjuntos de itens

Este item foi submetido em 17 de Julho de 2020 por Celso Alves Pais usando o formulário "Conte a sua história" do site "Memória COVID": https://projetos.dhlab.fcsh.unl.pt/s/memoriacovid

Clique aqui para ver a informação recolhida.